cavalos

Loading...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Macaxeira e Brincadeira

O Reprodutor Nordestino Brincadeira é o exemplo de que o Cavalo Nordestino tem muito senso de gado e muita disposição para a vaquejada e qualquer esporte. Macaxeira e o amigo Fábio Cordeiro, trinando Brincadeira na pista do Rancho Mandacarú, a melhor e mais pesada pista do nordeste, Brincadeira sempre sobra em força, disposição e coragem, quem conhece se impresiona com a disposição, saúde e coragem que este Cavalo Nordestino tem



Brincadeira está com aproximadamente 12 anos mas parece um potro


Ampliem a imagem e vejam aonde está a ponta do boi, é por isso que cavalo de esteira não pode correr sem o peitoral, lembrem disso ou corram o risco! Macaxeira bota pegado, dando a carga toda, brincadeira voltando ao primeiro cal e Fábio completando o seriço, é a vaquejada é o Cavalo Nordestino!





domingo, 10 de julho de 2011

Comentários do Dr. Eliaz Zoby de Garanhuns-Pe




Este artigo foi desenvilvido pelo amigo e criador de Cavalo Nordestino, Elias Zoby de Garanhuns-Pe, médico veterinário, especialista em homeopatia animal. Sem querer criamos um fórum sobre a raça, e que vem nos trazendo informações importantíssimas sobre as características do cavalo Nordestino, eu, Luis Cleber, como presidente da AEPCN fico muito feliz quando vejo que temos pessoas que entendem muito sobre a raça. Inicialmente postamos o belo artigo desenvolvido pelo amigo André Maya, de Alagoas, e agora o amigo Elias Zoby, de Garanhuns-Pe, gostaríamos de receber muitos mais comentários, informações zootécnicas que só vem a enriquecer e nos incentivar nesta luta silenciosa e difícil em valorizar o nosso pequeno grande Cavalo Nordestino. Obrigado amigo Elias, obrigado á todos que fazem a AEPCN e o Cavalo NOrdestino, deixo aqui o meu comentário, pois não estou conseguindo deixá-los na seção de comentários do próprio blog, tentarei descobrir, mas nunca deixarei de agradecer e retornar para vocês sempre que precisarem!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Cavalo Bérbere o Pai de Muitas Raças

Cavalo Bérbere melhorado





Cavalo Bérbere no Festival de Fantasia em Marrocos, olhem a peia nas patas dianteiras.



Cavalaria montada em algum país do norte da África, olhem bem para as cabeças , aprumos e abertura de peito, como se parecem com os nossos cavalos nordestinos




Parece demais com o nosso reprodutor Acordeom, atenção para a inclinação de garupa!

Mesmo estando magro tem altivez no olhar!


Abaixo ofertamos alguns links que dão acesso a sites do Cavalo Bérebere


Sociedade Internacional para preservação do Cavalo Barbo

Blog da Tamara (amazonas de enduros)
Cavalo Bérbere no site Saúde Animal

Associação Francesa do Cavalo Bérbere
Preservação do Barbo Espanhol nos EUA







ARTIGO DE ANDRÉ MAYA GOMES DE ALAGOAS






Este rico artigo sobre o histórico e caracterização do Cavalo Nordestino foi desenvolvido pelo amigo, advogado, criador e apaixonado pelo Cavalo Nordestino, André Maya Gomes do clube do cavalo em Alagoas. Este documento merece muita atenção por parte de todos que amam a causa do Cavalo Nordestino e que precisam se informar e conhecer mais sobre as suas características e contribuição para o desenvimento do nosso nordeste e do nosso país. O amigo André escreve mostrando o profundo conhecimento de um hipólogo. Parabéns amigo André, nós da AEPCN nos sentimos honrados em ter você como nosso aliado, um dia ainda iremos as Alagoas e confraternizaremos com todos o valor pelo Cavalo Nordestino, precisamos de pessoas como você. Parabéns e fique com Deus!



















domingo, 3 de julho de 2011

Missa dos Vaqueiros de Petrolina 2011 (70 Anos)

O velho chico, testemunha ocular da história do nosso sertão


O vaqueiro molhando a guela, estava muito quente


A cor do couro se confunde com a cor dos cavalos


O velho vaqueiro e seu velho companheiro, este á o dia mais esperado do ano


Tordilho Apatacado, bela pelagem!










Missa dos Vaqueiros de Petrolina 2011 (70 Anos)

O padre vaqueiro José Guimarães e ao fundo o Coral de Aboios de Serrita-Pe




Pequeno mas bonito e valoroso


Belo Baio



Uma festa com 70 anos de tradição só pode dar muita gente e vaqueiros




Tradição e história passada de pai para filho