cavalos

Loading...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

POTRO NORDESTINO

Potro Nordestino Tordilho muito bonito





Amigo Dudé e o Macaxeira segurando o potro

Potro Nordestino Castanho



No início são de aspecto franzino e sem muita expressão, mas a transformação depende de nós


O nosso reprodutor Acordeom tinha os aprumos deste jeito, mas sempre pode ser corrigido com um bom manejo alimentar e correção dos cascos. Devemos saber enxergar o gordo no magro e o bonito no feio, o que não é fácil mas para nós do Cavalo Nordestino já estamos mais familiarizados com isso.










40ª JECANA DO CAPIM (PETROLINA-PE)

Quarenta anos de jecana só podia dar no que deu, a presença enorme de muita gente que gosta das festas regionais.



Primeiro as corridas de burros e mulas e depois os jumentos fecharam com chave de ouro.


Uma festa de muita tradição e este ano foi R$ 20.000,00 em prêmios, com R$ 6.000,00 para o primeiro jumento.

Animais bem zelados e bem apresentados. Este ano o estado da Paraíba ganhou quase todos os prêmios, tanto em muares como jumentos. Parabéns à todos que fazem esta linda festa!



Tinha até boi de sela. Parabéns Pernambuco por honrar as suas tradições sertanejas e valorizar o jegue pelo menos uma vez ao ano!










quarta-feira, 8 de junho de 2011

FALTA DE RESPEITO E COMPAIXÃO

Estas fotos foram tiradas na primeira semana do mês de Maio durante o meu retorno do curso de doma racional. Não pensem que isso aí é palha seca, pois é Junco, que nasce em áreas encharcadas, está um pouco seco mas é pesado.



Sabemos também que é a luta pela sobrevivência desta pessoa e a sua família, mas os animais também têem os seus direitos e se o animal dele adoecer ou se machucar devido o excesso de peso será ainda pior para ele e para a sua família.

Não seria melhor duas viagens um pouco mais leve, pois seria mais rápido e mais seguro? Mas o animal que se vire e dê conta do recado pois se morrer, jegue não vale nada mesmo né? Ou vale? Já que está ajudando e muuito a colocar o pão em casa!


Não devemos transferir os nossos fardos para quem não tem como dizer não, carrgue você também os seus fardos e respeitem os direitos das pessoas e dos nossos irmão, também, os animais.