cavalos

Loading...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A Volta do Cavalo Nordestino em uma Exposição

Este espaço chamou a atenção pela riqueza de informações e detalhes sobre a vida do vaqueiro e a história do cavalo nordestino


Fizemos questão de imprimir imagens da antiga associação e antigas reportagens da revista agropecuária tropical como provas de um período aonde se falava e se conhecia o cavalo nordestino como uma raça

Coisas do cotidiano do sertanejo

Uma antiga mas conservada "sela de banda", própria para mulheres em uma época aonde as mesmas não usavam calças. Esta sela é herança da minha família e pertenceu a minha avó Maria Félix da Rosa que viveu até os 96 anos, esta sela era de quando a mesma era jovem

O netinho de seu Nito, João, do haras pé de serra , em Petrolina-Pe, dando uma demostração do seu belo trabalho com os cavalos.





quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A Volta do Cavalo Nordestino em uma Exposição

Fotos de acordeom antes e depois, informações sobre as normas de funcionamento do núcleo, termo de parceria e a capa da antiga revista agropecuária tropical


Cartaz do evento, dos patrocinadores e o requerimento que será enviado ao MAPA para extinção da antiga associação e criação de uma nova.

O livro Homens da Alma de Couro de Vinicius Gonçalves, nossso folders, adesivos e vídeos

Macaxeira em Brincadeira, Elaine em Moleque e Nina em Acordeom

Domador e adestrador, Nido, do haras pé de serra, Petrolina-Pe, que levou pôneis, um cavalo adestrado e algumas mulas de marcha, mostrando uma mula de patrão muito bem domada e de ótima marcha, o Nido deu um show a parte mostrando muito profissionalismo e respeito aos animais, parabéns amigo Nido!




A Volta do Cavalo Nordestino em uma Exposição

Nosso estand foi muito visitado, sempre exibimos documentários, vídeos e fotos relacionados ao vaqueiro e ao Cavalo Nordestino.


Todas as informações estavam à amostra e os arreios e couros para todos tocarem

Exibimos figuras da antiga associação, de vaqueiros e dos nossos cavalos

Nos preocupamos em fazer algo simoles mas criativo e deu muito certo

O vaqueiro estava na entrada para recepcionar à todos





A Volta do Cavalo Nordestino em uma Exposição


Branquinho cahmou a atenção pela sua bela estrutura

Eu e o amigo Macaxeira utilizando a fita

Utilização do hipômetro em acordeom, altura de garupa.

Altura de cernelha em acordeom

Fizemos uma demonstração de biometria em equinos com os nossos cavalos, utilizando o hipômetro e a fita para estimativa de peso, as pessoas adoraram, ao tempo que fizemos colocações sobre as características da raça.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Cavalo Nordestino de Volta em uma Esposição

Palestra de manejo alimentar em equinos, promovida pelo núcleo e ministrada pelo veterinário amigo de trabalho (ADAB), José Arnaldo Cruz Silva ( De camisa branca à direita).


Público de pé, pois os lugares estavam todos lotados, ótima aceitação.

Início dos trabalhos para confecção das baias, metemos a mão na massa e não conseguiriamos se não tivéssemos o apoio dos amigos funcionários do campus. Obrigado amigos, sem a ajuda de vocês seria muito difícil.

Dez baias simples mas funcional, os cavalos foram o diferencial deste evento.

Pela segunda vez a UNEB nos convidou, seremos sempre gratos.

Realizarmos um feito histórico, a volta do Cavalo Nordestino em uma exposição pecuária, depois de mais de vinte anos, foi durante a FENCAPRI (Feira de Negócios da Pecuária e da Caprinovinocultura do Vale do São Francisco) realizada do Campus III da UNEB (Universidade do Estado da Bahia), em Juazeiro, de 18 a 22 de Agosto de 2010 que nos convidou. Estamos muito felizes com o resultado deste evento, muitas pessoas nos procuram, gravamos uma reportagem com a TV São Francisco, afiliada rede globo em Juazeiro que será enviada para o programa Globo Rural esperamos que seja aceita. Levamos para o evento quatro cavalos com funções diferentes, três cedidos por amigos colaboradores e acordeom o cavalo pertencente ao núcleo. Levamos Acordeom (Rédeas), Brincadeira (Marcha), Branquinho( Corrida de Argolinha) e Moleque (Vaquejada). Montamos também um estand decorado com motivos referentes ao vaqueiro e ao cavalo nordestino. Agradecemos à todos que nos apoiaram e esperamos muitos outros eventos, estamos só começando.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Vídeos para Angariar Recursos

Curso de rédeas com Franco Bertolani, quase uma hora de vídeos que mostra de maneira clara como executar os principais movimentos de perna e de rédeas.


Vídeos de Doma Racional com Eduardo Moreira, seguidor de Monty Roberts, e capacitado por ele mesmo nos EUA, mostra de maneira clara a técnica do Join-up (Conjunção), a doma sem agreção

Vídeos de Monty Roberts, o idealizador do Join-up (conjunção), duas belas reportagem com ele aonde uma delas mostra sua última visita aqui no Brasil e na ANDE (associação nacional de equoterapia), muita emoção e beleza.


Documentário, vida de cavalo, do instituto Nina Rosa de proteção dos animais.



Uma coletânea de vídeos tirados da internet com belas cenas e músicas, que têem haver com o vaqueiro nordestino.


Estes vídeos além de outro da Universidade Federal de Viçosa-Mg de duas horas sobre equínos, foram cópias, ou vpideos retirados na internet e transformados em DVD para serem vendidos a 5,00R$ com o intuuito de angariarmos recursos para as nossas ações de preservção e seleção do Cavalo Nordestino, todos possuem abretura e Menu com os capitulos para escolha.Tudo isso é para somente andarmos com as nossas próprias pernas, fruto da ajuda em forma de patrocínio de mais de quinze amigos. O Cavalo Nordestino agradece!!!

Cavalo Nordestino na FENCAPRI

Com exceção do cavalo preto que o vaqueiro está montado, os outros animais levaremos para a FENCAPRI. São eles: Acordeom (preto), Brincadeira (castanho), Branquinho (tordilho) e Moleque (Pampa).

Estes são os verdadeiros amigos. Tem mais três que não estão neste cartaz, pois já estva pronto quando nos ajudaram, são eles: JIVALDO SOUZA DIAS (Criador de Ovinos Doorper), JUQUINHA (Nutri Vale, representante das rações Du Ranch em Petrolina-Pe) e JOÃO DIAS (Granja Santa Ana) que nos patrocinou 10 fardos de feno. MUITO OBRIGADO À TODOS. O CAVALO NORDESTINO AGRADECE!!!!


Estes dois belos adesivos (12x12cm/cada), confeccionamos para serem vendidos por 2,00 R$/cada , para angariarmos recursos que serão usados em outros trabalhos. Confeccionamos alguns vídeos de: Doma Racional, Treinamento de rédeas, Instituto Nina Rosa entre outros, para serem vendidos por 5,00 R$, tudo bem produzido e bem barato para divulgarmos bem o nosso trabalho. Semana que vem, dia 18/08/10, estaremos com os nossos animais e o nosso stand na FENCAPRI, aguardem as fotos em breve.


Sempre que vamos realizar algum evento é aquela labuta grande de correr atrás de patrocínio, idealizar o material gráfico de divulgação, planejar as atividades que serão desenvolvidas, levantar os custos e partir pra luta, mas é muito gratificante ver o resultado de tudo isto no final, receber os elogios e planejar o próximo passo. Mas, deixo aqui bem claro que nada seria possível sem a ajuda financeira oferecida pelos nosso amigos, empresários, criadores ou simplesmente colaboradores, vocês são muito importantes para nós, não pelo dinheiro que vocês confiam em nossas mãos, mas pela certeza que vocês têem do nosso caráter e seriedade dos nossos ideais, fiquem certos que muita coisa boa ainda vem por aí, estamos apenas dando os primeiros passos de uma grande caminhada!

Projeto do Cavalo Nordestino








Estes documentos desenvolvidos por nós reflete qual a ídeia e as intenções do nosso projeto, nossas metas, objetivos e resultados esperados, assim como as alternativas de como alguém pode participar de nossa luta.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

O Ambiente do Cavalo Nordestino

Localidade de São Pedro, Carnaíba do Sertão, este lote estava matando a sede mas não podíamos nos aproximar pois os mesmos poderíam se espantar demais e deixar de saciar a sua sede. Clique em cima da foto e reparem o quanto os mesmos estão com sede.

Esta aguada é um olho d'água que serve de maneira coletiva à todos os criadores e animais, reparem na beleza do lugar e a vegetação ao seu redor. É como um oásis no deserto. Estes dois potros parecem que foram afastados de algum lote pelo seu garanhão, pois andavam em dupla.

Leito seco do rio salitre, no baixo salitre, fazenda pau preto, está é a água que mata a sede de todos os animais desta localidade, muita vergonha estes políticos deveriam por conta da incompetencia em resolver o problema da falta de água no rio salitre na região do baixo salitre enquanto lá no alto salitre já na divisa com o município de Campo Formoso há muita fartura de água e muitos plantios e barragens, o que faz a água não chegar para o povo sofredor do baixo salitre, e bem próximo existe o projeto de irrigação Salitrão, que possivelmente é uma amostra grátis do que poderá acontecer com projeto de transposição do rio São Francisco. Mas é nordeste e deixa pra lá!!!!


Esá é a carcaça de uma jovem égua que morreu atolada assim como outro cavalo, na lama daquele poço, antes de cavarem com a máquina.

Este casco profundo, fechado, ressecado e duro, desta égua morta, é a prova da dura vida que estes animais têem. Será que em mundo tão moderno e cheio de tantas tecnologias não somos capazes de matar a sede de pobres animais?

No dia 25 de Julho, eu e o grande amigo Gênison fomos fazer algumas fotos e algumas filmagens dos Cavalos Nordestinos em seu ambiente natural, foi o último dia da metade de minhas férias e queria muito captar algumas imagens dos lotes de cavalos principalmente chegando nas principais aguadas que conhecemos na região do vale do salitre e Carnaíba do Sertão, distrito de Juazeiro. Estavamos enfrentando um período de frio e invernos (chuviscos) desde de Junho, agora é que está passando, e sabíamos que devido a resistência dos nossos animais não veríamos muitos, uma vez que os Cavalos Nordestinos soltos só bebem a cada 2 ou 3 três dias, e foi o que aconteceu. A região dos principais pastos está muito seca e nas localidades do baixo salitre foi preciso a prefeitura colocar máquinas e abrir buracos no leito do rio salitre seco mas antes da máquina chegar alguns animais morreram atolados e os vaqueiros comentam que devido a seca vai morrer muitos cavalos, é a seleção natural, mas vale salientar que os pastos dos Cavalos Nordestinos estão diminuindo cada vez mais com as grandes áreas cercadas, os projetos de irrigação, assentamentos e mineradoras, é o preço do progresso mas não devemos esquecer as nossas riquezas zoogenéticas. Que Deus continue velando por esses valentes animais e nos ajudem a mudar este triste quadro!

Branquinho o Nordestino Campeão de Argolinha

Amigo Claudemir (Mica) e o velho Macaxeira em uma manhã muito proveitosa. Reparem no tamanho de Mica, é a comprovação da disposição dos nossos cavalos.

Uma baia rústica mas funcional, uma ração simples de farelo de milho com farelo de trigo, duas vezes ao dia, e grama no cesto é só disso que o Cavalo Nordestino precisa para passar bem.

Um pequeno grande cavalo de apenas 1,37m de altura de cernelha mas que deve pesar aproximadamente 400 kg.

O Mica iniciou um regime para o Branquinho pois o mesmo está se recuperando de uma pequena lesão em seus membros posteriores e no chanfro, não está se exercitando e precisa perder peso. Um belo cavalo, de muita força, de linhas armoniosas e de uma formaçção e implantação de pescoço fenomenal, sem falar da bela e volumosa garupa e fortes empurradores.

Realmente um belo Cavalo Nordestino Tordilho. Vale salientar que os Cavalos Nordestinos Tordilhos se destacam em robustez, isto já haviamos verificado a muitos anos. Parabéns amigo Mica e muito obrigado pela atenção e recepção calorosa!!

Este é o Cavalo Nordestino de nome Branquinho, o mesmo pertence ao amigo Claudemir ( Mica) que reside em Petrolina-Pe, cidade vizinha a Juazeiro, este animal veio de Brejo Santo-Ce e quando chegou todos riram do Mica e diziam "Pra onde tú vai com isso?" pois o Branquinho apesar de já castrado e com aproximadamente 8 anos era muito diferente do que é hoje mas já era muito bom em Corridas de Argolinha. Enfim, o Mica apostou e cuidou e cuida muito bem do seu animal que o resultado está aí para todos verem que, o que mata o cavalo nordestino além do desprezo total, é a FOME. Branquinho está com 16 anos e é um cavalo de grande vigor e agilidade. Estaremos com o Branquinho na FENCAPRI , cedido gentilmente pelo Mica, e sei que a polêmica será grande, pois muito irão dizer que o Branquinho não é um Cavalo Nordestino, por isso solicitei ao Mica que nos consiga uma foto de Branquinho quando era franzino e magro. O Mica já ganhou muitos prêmios com o Branquinho, entre eles, uma moto zero quilômetro, bicicletas, garrotes, carneiros, engradados de cerveja entre outros. É isso aí Mica continue apostando em seu Cavalo Branquinho e na força e disposição do Cavalo Nordestino!!

Cavalo Nordestino de Santana do Sobrado

Cavalo Deboche do amigo Cid Hipolito que é um seguidor do nosso blog. Ele nos informa que o Deboche é cavalo de corrida de prado, muito ágil e esperto


O cavalo Desafio também é utilizado para corrida de prado, o nosso Cavalo Nordestino algumas vezes pode não agradar muito na aparência, mas são cavalos de um enorme coração e coragem.













terça-feira, 3 de agosto de 2010

Superação Animal









Este cavalo a uns três anos atrás foi trombado por um caminhão e perdeu parte de uma das patas dianteira mas mesmo assim resistiu, sobreviveu, superou a deficiência e vive só sem a ajuda de ninguém. É de doer no coração vê-lo apoiar a cabeça para se deslocar e se alimentar, o mesmo não sai das imediações de um bairro peliférico de Juazeiro-Ba. O mesmo serve de exemplo para todos nós que as vezes reclamamos de coisas tão pequenas.